Audiência Pública debate o uso de agrotóxicos em Cascavel

O impacto do uso abusivo de agrotóxicos na saúde humana e no meio ambiente é o tema da audiência pública que acontece nesta quinta-feira (31), durante a manhã e tarde, em Cascavel. A audiência, que é realizada pela Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal, em parceria com o Ministério Público do Paraná, será realizada no auditório da prefeitura.
A audiência pública, que é aberta ao público em geral, terá duas mesas de trabalho, uma pela manhã e outra à tarde, ambas coordenadas pelo promotor de justiça da área de proteção à saúde pública, Angelo Mazzuchi.
A audiência pública “Agrotóxicos: impactos na saúde pública e no meio ambiente” será das 9h às 12h e das 13h30 às 18h. As inscrições estarão abertas até as 9h, com a composição da mesa de autoridades. A primeira mesa de trabalho será aberta às 9h30, sob coordenador do Promotor Dr. Angelo Mazzuchi e, como debatedores, Lilimar Mori (Ceatox), a professora Ana Tereza (UNIOESTE), Edson Rodrigues dos Santos (CAPA – Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia), e Márcia Baldini, secretária municipal de Educação (SEMED). Cada debatedor terá meia hora para apresentar seus temas. Ao final do painel, a audiência pública abre para intervenções da mesa e da plateia, visando o encaminhamento de propostas.
Na parte da tarde, o evento será reaberto às 13h30 para inscrições e às 13h45, será formada a segunda mesa de trabalho, com a seguinte composição: Coordenador: Promotor Dr. Angelo Mazucchi; debatedores -Subtenente Marcos Laertes Cordeiro (Força Verde), Juliano Moura Silva (ADAPAR), Marlize da Cruz (IAP), Secretário de Meio Ambiente, Wagner Yonegura (SEMA), e o promotor Giovani Ferri (GAEMA Toledo). Novamente, cada debater terá 30 minutos para exposições e, ao final do painel, por volta das 16h30, será aberta a intervenção da plateia, antes do encaminhamento de propostas e o fechamento da audiência, com a assinatura da ata pelos presentes.
A audiência pública deve gerar documentos com exposições de motivos a partir de dados sobre o impacto dos agrotóxicos na saúde humana e no meio ambiente e propostas de encaminhamento. O documento elaborado na audiência pública deve ser, posteriormente, encaminhado às autoridades municipais, regionais, estaduais e federais.
A audiência pública é proposta da Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal, constituída pelos vereadores Misael Júnior/PSC (Presidente), Paulo Porto/PCdoB (secretário) e Celso Dal Molin/PL (membro).