Formação do PCdoB reafirma seu caráter classista

Formação do PCdoB reafirma seu caráter classista

A formação de sua militância é princípio do PCdoB (Partido Comunista do Brasil) por meio de estudos, cursos, palestras, oficinais, debates e seminários. Uma amostra dessa característica são os ciclos de estudos e o quadro de formadores oriundos pela Escola Nacional João Amazonas, coordenada pela professora Nereide Saviani.

A direção do PCdoB de Cascavel também tem intensificado a educação entre os militantes e quadros da legenda. Neste sábado (28/09), os comunistas cascavelenses reuniram-se para mais uma etapa de formação continuada com a palestra A Luta de Classe no Brasil e os Desafios Atuais, ministrada pela professora Liliam Faria Porto, pró-reitora de Graduação da Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná) e presidente do PCdoB de Cascavel.

Organizado pela Secretaria de Formação do PCdoB, o debate central esteve em torno da materialização da luta de classes e leituras das recentes manifestações pelo país e seu caráter heterogêneo. Liliam destacou o caráter das mudanças realizadas pelos governos Lula e Dilma, a redução da pobreza, o avanço da democracia e a afirmação da soberania brasileira.

Para a professora, a atual etapa de luta de classes no Brasil tem o desafio de contrapor a reprodução de discursos do senso comum, citando como exemplo o preconceito contra os programas e políticas sociais, a intolerância com o crescimento de renda da população e a secundarização da política como expressão dos problemas de corrupção e má gestão.

O vereador Paulo Porto fez uma avaliação dos avanços sociais do governo federal, citando programas como o Bolsa Família e o Mais Médicos. “O Mais Médicos não tem mais volta, é um debate que a esquerda ganhou. É como o Bolsa Família, podem ter certeza que até o Aécio [Neves], representante da direita nacional, falará em seu programa eleitoral que manterá o Bolsa Família. Acredito que o Programa Mais Médicos caminha no mesmo sentido, ele veio para ficar”.

Porto enalteceu os cursos promovidos pela Secretaria de Formação e a importância da militância estar sempre estudando. “Esse trabalho é muito importante para manter atualizados os debates sobre o marxismo, sobre o socialismo e sobre a compreensão da sociedade capitalista, para compreender os passos que devemos dar”, disse.

Para a secretária de Formação do PCdoB, Monica Andressa Silveira, os cursos representam a renovação do compromisso do partido de manter sua identidade de caráter de classe. “Para transformar a realidade é preciso conhecê-la, para intervir no real é preciso entender o real”, concluiu a dirigente.

Crédito: Júlio Carignano

IMG_4973