Lei dos bicicletários é promulgada na Câmara

Lei dos bicicletários é promulgada na Câmara

O presidente da Câmara de Cascavel, Marcio Pacheco (PPL), promulgou a lei que determina a criação de estacionamentos para bicicletas em locais abertos. O projeto, de autoria do vereador Paulo Porto (PCdoB), chegou a ser vetado pelo prefeito Edgar Bueno (PDT), mas o veto foi derrubado pela maioria dos vereadores em 19 de agosto, Dia Nacional do Ciclista.

A proposta, com o intuito de promover e incentivar o uso deste meio de transporte, prevê que os locais que devem adequar-se a lei são: órgãos públicos municipais, estaduais e federais; instituições de ensino públicas e privadas; parques e praças; shopping centers; supermercados e centros de compras; agências bancárias; hospitais; instalações desportivas; museus, teatros, cinemas, casas de cultura e indústrias com mais de 30 funcionários. Os estacionamentos deveram ser gratuitos e com no mínimo 10 vagas.

O número de ciclistas no Brasil é grande, apesar da violência do trânsito: cerca de 50 milhões de bicicletas. Essa frota é utilizada, em sua esmagadora maioria, por trabalhadores, que dependem da bicicleta para ir trabalhar e ao lar retornar.  “Além da diminuição do fluxo de automóveis e da poluição, as bicicletas representam benefícios à saúde e são utilizadas especialmente pelos trabalhadores. Esse projeto vem ao encontro de fortalecer esse veículo alternativo que ainda é subutilizado em Cascavel”, destaca Paulo Porto.

Foto: Flávio Ulsenheimer