Paulo Porto cobra da SEMED prioridade em resolver problemas de acesso na Escola Maria Fumiko

Paulo Porto cobra da SEMED prioridade em resolver problemas de acesso na Escola Maria Fumiko

Fila dupla, carros
parados no meio da pista ou sobre a calçada, crianças se esquivando por entre o
trânsito para atravessar a rua são alguns dos problemas por qual a comunidade
escolar passa.

O movimento nas ruas próximas as
Escolas e Colégios de Cascavel há tempos que é intenso e desorganizado. Nas
instituições centrais existe um controle de trafego, ainda que precário, para
orientação dos motoristas, país e mães, que trazem ou buscam seus filhos, além
do fluxo normal de trânsito da cidade. Porém, na periferia da cidade as escolas
estão esquecidas quanto ao movimento de veículos e pedestres.

Já tem um bom tempo que a Escola
Maria Tominaga Fumiko, no bairro Tarumã na Região Norte, vem sofrendo com esse
descaso. Professores e funcionários estão cansados de reivindicar melhorias para
o trânsito. A Cettrans já esteve na escola para realizar estudos, mas até agora
nada propôs.

O vereador Paulo Porto (PCdoB) recebeu
o pedido da comunidade escolar para resolver a situação. Porto alertou que até
mesmo a SEMED (Secretaria Municipal de Educação) já recebeu vários pedidos para
a solução do problema. “ A secretária Márcia Baldin já sabe do problema, estamos,
nós da Comissão de Educação da Câmara de Vereadores, mais uma vez intervindo
junto à SEMED para que se alargue a rua, faça faixas elevadas, ou outra solução
eficaz para essa comunidade escolar”, diz Porto. “Peço que a Secretaria de
Educação veja com prioridade a situação da escola Maria Fumiko, mas também
cuide das demais escolas do município. Afinal uma educação humanizada e de
qualidade passa também pelo acesso aos prédios escolares”, conclui.