Porto pede para SECOM informar conteúdo de mensagens enviadas por aplicativo

Porto pede para SECOM informar conteúdo de mensagens enviadas por aplicativo

Compartilhe

A informação de que a Prefeitura de Cascavel usou o serviço de uma empresa para enviar mensagens por aplicativos de mídias digitais, para cerca de 75 mil cascavelenses, fez com que o vereador Paulo Porto(PT) solicitasse informações ao secretário de Comunicação Jeferson Lobo.

Porto pede que a SECOM (Secretaria Municipal de Comunicação) esclareça pontos que deixam dúvidas em relação a transparência no uso de verba pública para publicidade. A Secretaria deve informar sobre os serviços contratados de envio de mensagens por WhatsApp e Messenger. O vereador quer saber qual a metodologia usada na seleção das pessoas que as mensagens foram enviadas, se foram indicadas pela Prefeitura ou pela empresa contratada e se as mensagens chegaram aos destinatários. O secretário deve explicar quais foram as campanhas e os conteúdos das mensagens, além de justificar o uso desse formato de comunicação.

O requerimento cobra que a SECOM informe todas as publicações impulsionadas no Facebook desde 1 de janeiro de 2017, e também, cópia da nota fiscal da agência e do Facebook com a mídia impulsionada, qual público-alvo, total de pessoas atingidas, total de visualizações e demais dados.

A licitação 15/2014, que contratou a empresa e ainda está ativa recebendo aditivos desde 2016, também é questionada pelo vereador. “Já poderia ter ocorrido uma nova licitação, para comparação de preços, serviços e qualidade técnica das empresas” defende. Para Paulo Porto é necessário transparência em relação aos conteúdos e as formas no uso do dinheiro público para a publicidade, o serviço contratado pela Prefeitura não informa para quem as mensagens foram enviadas, nem o seu conteúdo e muito menos seu resultado.