Professores apontam dificuldades para atividades do Tempo Integral

Professores apontam dificuldades para atividades do Tempo Integral

Os professores da Escola Municipal Inglacir Lourdes Farina estão encontrando uma série de dificuldades para desempenhar as atividades com os alunos das turmas de Educação em Tempo Integral. A constatação foi feita pelo vereador Paulo Porto (PCdoB) em visita a unidade situada no bairro Aclimação, região oeste da cidade.

A escola não conta com um espaço físico para atender as crianças matriculadas. Segundo os funcionários, é necessário improvisar outros locais, readequando-os para cada atividade, além da necessidade do remanejamento dos materiais de apoio de um local para outro todos os dias. A falta de um espaço adequado para hora atividade é outro problema verificado.

Para Paulo Porto, é preciso iniciar imediatamente um processo de elaboração de um projeto de construção de novos ambientes na escola. “A reforma é fundamental visto que até 2016 a unidade deverá atender as crianças a partir dos quatro anos”, diz o vereador, ressaltando que a escola conta com um espaço privilegiado para sua ampliação.

Diante dessa dificuldade, o vereador protocolou na Câmara de Cascavel uma indicação ao Executivo solicitando junto à Secretaria Municipal de Educação, um estudo para revitalização do atual prédio da escola – que necessita de pintura e pequenas intervenções emergenciais – e a elaboração de um projeto de ampliação.

No documento, o parlamentar indica que o projeto de ampliação contemple novas salas de aula, espaço para laboratórios, sala de estudos, mini-auditório, saguão, pórtico de entrada, banheiros (com adaptação para crianças da educação infantil), novos lavatórios, almoxarifado e estacionamento interno para veículos.

Presidente da Comissão de Educação, Cultura e Desporto do Legislativo, Porto vem fazendo uma série de visitas as unidades da Rede Municipal, com o intuito de ouvir as demandas da comunidade escolar. “Estamos fiscalizando e cobrando a prefeitura em relação a essas dificuldades que professores e funcionários encontram para desenvolver um trabalho de qualidade com seus educandos”, conclui Porto.

Foto: Victor Hugo Junior