PT define Paulo Porto como pré-candidato a prefeito em Cascavel

PT define Paulo Porto como pré-candidato a prefeito em Cascavel

Compartilhe

Reunião do Diretório Municipal foi unanime na escolha do vereador para a disputa ao Paço

Na manhã deste Domingo (31), em reunião remota por causa da Covid-19, o Diretório Municipal do PT, Partido dos Trabalhadores, decidiu que o vereador Paulo Porto é o pré-candidato à Prefeitura de Cascavel. A decisão ainda precisa ser confirmada pela convenção do partido que deve ocorrer no início de agosto, se o calendário não for alterado em decorrência da pandemia.

Segundo Glades Helena Rossi, presidente municipal do partido, a definição do nome de Paulo Porto representa a unidade partidária em Cascavel “É a unificação de uma campanha do legado petista, é a única candidatura de esquerda e Cascavel terá opções de candidatos bolsonaristas e um candidato do campo popular progressista” define Glades. Para Glades é importante uma unidade dos partidos de esquerda no município, “Buscamos uma coesão de forças da esquerda para a disputa das eleições, é importante que os partidos se unam nesse momento” afirma. “Há um crescente apoio à candidatura do Paulo. O Paulo se apresenta com uma bagagem muito grande, um bom papel e uma boa discussão diante desse cenário de polaridade que está hoje frente ao projeto nacional do Bolsonaro, nosso objetivo é mostrar diferenças do legado do governo petista e o que a direta entende como modelo de sociedade mais igualitária”, destacou.

O vereador Paulo Porto, que está em seu segundo mandato no legislativo de Cascavel, entende que seu papel como legislador foi cumprido, “Precisamos deixar espaço par novas lideranças, o PT tem muitas pessoas competentes e preparadas para assumir esse protagonismo. Cascavel não pode ficar refém de candidaturas alinhadas a Ratinho e Bolsonaro, é necessário construímos uma alternativa do centro à esquerda e rompermos o ciclo de coronéis que se perpetua em nosso município. mais do que nunca é necessário construímos um executivo que governe para aqueles que mais necessitam de governo” defende Porto.

O PT articula uma chapa de vereadores bastante diversificada para concorrer nas eleições desse ano. Serão 32 candidatos e candidatas representando vários segmentos da sociedade. Glades avalia que é possível eleger dois vereadores e tentar uma terceira vaga, para isso o Partido dos Trabalhadores precisa repetir campanhas passadas garantindo um bom número de votos de legenda. A presidente municipal do partido lembra que Fernando Haddad, candidato a presidente nas últimas eleições fez uma votação expressiva em Cascavel e que candidatos a deputado federal somaram mais de 15 mil votos.