Porto participa de Seminário e destaca espaço para debate sobre a educação do campo

Porto participa de Seminário e destaca espaço para debate sobre a educação do campo

O desenvolvimento da Educação no campo, na perspectiva da realidade da agricultura familiar, passa a contar a partir de agora com um importante espaço para debate, mobilizando profissionais da área educacional, gestores públicos e líderes das comunidades rurais. A opinião é do vereador Paulo Porto (PCdoB), presidente da Comissão Permanente de Educação da Câmara de Cascavel, em referência ao I Seminário de Educação do Campo da Rede Municipal de Ensino de Cascavel, que foi aberto ontem (30) à noite. Entre os destaques do evento, ocorreu a assinatura do decreto que insere o evento no calendário oficial do município e passa a ser realizado todos os anos, entre agosto e outubro.

“É preciso parabenizar ações como essa. É um importante espaço de debate sobre a educação no ambiente rural. Parabéns a todos pela iniciativa. É um alento para nossas esperanças e luta por um mundo melhor, em momentos tão sombrios como esse que estamos vivendo no cenário político”, diz o vereador.

Paulo Porto fez uso da palavra na abertura do seminário, momento em que também se solidarizou com todos os professores do Estado, em “dia de luto e de luta pela Educação no Paraná”. Ontem, dia 30 de agosto, os professores de todo o estado realizaram manifestações em memória dos 30 anos de um dos episódios mais violentos da história, quando o governo de Álvaro Dias ordenou o avanço das tropas policiais, com cavalos, cães e bombas de efeito moral, sobre os professores, que estavam acampados no Centro Cívico, na segunda semana de uma greve por salários e melhores condições de trabalho. “Jamais esqueceremos”, disse o vereador, destacando a importância da memória para não permitir que novos erros sejam repetidos.

Porto compôs a mesa de honra como representante dos vereadores no seminário, ao lado do prefeito Leonaldo Paranhos (PSC) e da secretária Municipal de Educação, Márcia Baldini, entre outras autoridades locais e convidados. O seminário marca os 20 anos da Educação do Campo, em Cascavel e teve continuidade hoje (31), durante todo o dia, no auditório da Prefeitura de Cascavel.

Cascavel conta atualmente com dez escolas do campo, onde estudam 1.292 alunos e trabalham 245 servidores municipais, entre professores e funcionários. Essa comunidade escolar, composta por pelo menos 300 pessoas, incluindo os pais que integram as APPSs, é o público-alvo do seminário, que teve como palestra de abertura “A Educação do Campo e as Práticas Pedagógicas” com a professora-doutora Maria Isabel Farias, da Universidade Federal do Paraná. Hoje, ao longo do dia, os participantes puderam ver uma série de relatos de experiências e participar de debates sobre as práticas e o cenário educacional no campo.

 

Texto: Claudemir Hauptmann

Fotos: Valdecir Gonçalves

 

GALERIA DE FOTOS DA ABERTURA DO SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO DO CAMPO